Blog da Brasil Brokers - Tudo sobre imóveis, arquitetura e decoração

Postado por <brasilbrokers>
05 abr

A declaração do Imposto de Renda é realizada todos os anos. No entanto, é muito comum surgirem algumas dúvidas durante o processo. E uma das principais questões é como declarar imóvel no Imposto de Renda. Para saber, confira as dicas do blog da Brasil Brokers!

como declarar imóveis no imposto de renda

Quem deve declarar imóvel no Imposto de Renda

A primeira coisa que é necessário saber é que quem possui imóveis com valor superior a R$ 300 mil é obrigado a apresentar a declaração mesmo que esteja liberado por outros critérios.

Como declarar imóvel no Imposto de Renda

Basicamente, tanto os imóveis quanto os automóveis devem ser declarados na ficha de “Bens e Direitos”. É necessário, no entanto, ficar atento ao código específico de cada bem. Casas, por exemplo, devem ser declaradas na linha 12 do documento, já apartamentos devem estar presentes na linha 11, enquanto terrenos serão mencionados na linha 13.

Para evitar qualquer problema, a dica é colocar no campo de discriminação informações detalhadas de seu imóvel, como o endereço, o código da matrícula, a data da compra, o modo de pagamento – isto é, se foi parcelado ou pago à vista – e até mesmo o valor do IPTU. Vale lembrar também que, caso tenha realizado uma permuta imobiliária, essa informação deve constar no arquivo.

Todos os valores pagos no ano a ser declarado devem ser mencionados separadamente. Quem investiu em um imóvel em construção, por exemplo, deu uma entrada à incorporadora e, em seguida, começou a pagar o parcelamento a uma financiadora precisa informar esses valores separadamente.

Qual valor do imóvel colocar no Imposto de Renda?

É normal a valorização do imóvel ao longo do tempo. Porém, para a Receita Federal, o valor a ser declarado é sempre aquele pelo qual o imóvel foi adquirido. Esse valor não pode ser atualizado. Por isso, não é permitido fazer uma correção monetária, que, basicamente, é o ajuste contábil do valor em relação a outras moedas.

Imóvel Financiado

Quem comprou um imóvel financiado precisa informar o valor total pago desde a data da compra do bem até o último dia do ano, incluindo os juros. Anualmente, esse valor vai aumentando até o momento em que o contribuinte quitar a compra.

Imóvel comprado à vista

Para quem optou pela aquisição à vista, é necessário incluir o valor total do imóvel no campo “situação em 31/12/2017” (nesse caso, o campo “situação em 31/12/2016” deve ser preenchido com zero).

Onde declarar a venda de imóvel no Imposto de Renda

Quem realizou a venda do imóvel deve ter em mãos os documentos que comprovam essa operação, como a escritura de venda e os comprovantes de recebimentos. É necessário, também, acessar o site da Receita Federal e baixar o programa GCAP – Ganho de Capital, que deve ser preenchido com bastante atenção.

Além das informações sobre tipo de imóvel, endereço e matrícula, na ficha de “Bens e Direitos”, devem constar informações como data da venda, valor do imóvel e, também, forma de recebimento. Em caso de permuta com recebimento de torna, deve-se informar a diferença recebida em dinheiro. Vale lembrar que gastos com reformas e manutenções também devem ser mencionados.

Por fim, é importante saber que a declaração conjunta de casais depende da situação de cada caso. É permitida a declaração para aqueles que são oficialmente casados ou para os que vivem em uma união estável há mais de cinco anos. Tanto os filhos quanto o cônjuge devem ser declarados no campo de “dependentes”.