Blog da Brasil Brokers - Tudo sobre imóveis, arquitetura e decoração

Postado por <brasilbrokers>
26 jul

O cantinho das crianças precisa ter personalidade, diversão e conforto para que elas possam sonhar à vontade.

 

Fazendo uma decoração de quarto infantil com planejamento e criatividade, é possível oferecer aos pequenos maiores possibilidades em suas atividades. Além do conforto, é importante pensar em espaços onde ele possa estudar, descobrir a sua própria identidade e também, é claro, se divertir.
Para ajudar a montar o cantinho perfeito para o seu filhote, o blog da Brasil Brokers separou seis dicas especiais de decoração de quarto infantil. Confira como deixar o cômodo ainda mais rico sem deixar de lado a personalidade da criança.

Decorar um quarto infantil é uma tarefa que exige planejamento

 

1. Pense a longo prazo

Antes de mais nada, é importante estar ciente que a criança vai crescer, então, ela precisa de um quarto que permita realizar transformações ao longo do tempo. Por exemplo, ao invés do papel de parede, que é mais difícil de remover, prefira as paredes pintadas, que são mais fáceis de atualizar. Recursos como cortinas, quadros e acessórios de iluminação podem ser substituídos com o passar do tempo.

Planeje o quarto infantil a longo prazo

2. Cores e mais cores

O espaço das crianças precisa ser colorido, mas também precisa de bastante iluminação natural para que elas possam aproveitar o máximo das manhãs ou finais de tarde. Invista na cor laranja, que é bastante otimista e traz uma sensação de conforto que ajuda a criança a relaxar. O amarelo também merece um destaque especial na decoração, pois a cor é bastante alegre e combina facilmente com o restante da decoração.

 

Trabalhe as cores ao decorar quarto infantil

3. Tendas e barracas

Quando você era criança, provavelmente já montou uma barraca com lençóis, certo? Agora, a moda para decorar o quarto infantil é a tenda! Fáceis de montar e práticas para levar a brincadeira a outros espaços, a cabaninha acaba sendo um dos lugares preferidos da criançada. Existem modelos que possuem colchonete, perfeito para aquela sonequinha durante a tarde.

Tendas são tendência na decoração de quartos infantis

 

4. Espaço do aprendizado

A decoração de quarto infantil pode estimular as crianças a se divertirem e aprenderem um universo recheado de coisas novas. Pense em um cantinho onde elas possam sentar e aprender: prateleiras para livros didáticos, quadro de avisos, pufe para a hora da leitura e, se a criança for bem pequenininha, um móbile acima do berço. É importante priorizar a liberdade e definir horários para cada atividade.

Planeje o cantinho do aprendizado

5. Iluminação

Na decoração de quarto infantil, é importante pensar em todo um conjunto de luzes que deixe a criança confortável durante as suas atividades. Aposte em abajures de personagens que a criança gosta e se identifica, pequenos lustres e luzes que podem ser aplicadas na parede para criar um visual diferenciado. Além disso, vale aplicar um projetor para a criança assistir seus filmes e desenhos preferidos.

Ao decorar um quarto infantil é importante pensar em uma iluminação que seja confortável

 

6. Adote uma plantinha

Ao colocar uma planta no quarto da criança, você leva uma série de benefícios ao desenvolvimento e aprendizado do seu filho. Com as flores, ele vai desenvolver melhor os sentidos, ter noção de como funciona o ciclo de vida e vai aprender a cuidar dos seres vivos. Há diversas espécies que funcionam para cômodos grandes ou pequenos: samambaia, bromélias, orquídeas e outras plantas que dão flores.

use uma plantinha na decoração do quarto infantil

Para outras dicas de decoração de quarto infantil e outros cômodos da casa, fique ligado no nosso blog da Brasil Brokers! Aqui, você encontra uma série de sugestões para o conforto do seu lar e do seu cotidiano. Aproveite!

Postado por <brasilbrokers>
24 jul

A organização de armários é algo que precisa ser feito quase que constantemente em uma casa. Esses móveis estão presentes em grande parte dos cômodos, então, é necessário tomar alguns cuidados especiais a fim de evitar a bagunça e aumentar a praticidade durante tarefas corriqueiras do dia a dia.

Para te ajudar no processo de organização de armários, o blog da Brasil Brokers separou algumas dicas para colocar em prática em diferentes cômodos do lar. Confira e leve mais praticidade para você e sua família.

organização de armários

Organização de armários de cozinha

Para começo de conversa, é preciso entender que os armários da cozinha precisam de uma atenção redobrada, afinal, é neste cômodo que encontram-se alimentos para possíveis insetos, como as baratas. Então, antes de guardar cada item, realize uma limpeza com um pano úmido com vinagre ou água e sabão de coco.

Pratos e refratários

Depois da limpeza, você poderá começar a organização de armários da cozinha pelos pratos e travessas. É importante que eles fiquem empilhados do mais pesado para o mais leve e, para facilitar o dia a dia, as peças podem ficar mais próximas do espaço onde a família faz as refeições.

Organização de armários de cozinha

Potes e panelas

Para quem cozinha, é importante que as panelas estejam acessíveis sempre que o usuário precisar. Se o seu armário tiver aquelas gavetas grandes, é lá que as panelas e tupperwares devem ficar guardados. Assim como os pratos, você também pode empilhar e deixar na frente aqueles itens que mais utiliza.

Copos e taças

Os copos são muito utilizados pelos moradores e pelas visitas que são recebidas em casa. Para facilitar a procura, vale colocar as peças perto da pia e, se possível, da geladeira. Coloque os de uso diário na frente e virados com a boca para baixo. Pendurar as taças em um suporte também dá um toque de elegância ao ambiente.

Organização de copos e taças em armários

 

Organização de armários e closets

Uma dica antes de organizar o guarda-roupa do quarto é avaliar se você precisa mesmo de algumas peças. Moletons que não servem mais e roupas antigas, mas que ainda estão em boas condições de uso, podem ser doadas para bazares e instituições carentes.

Pendure algumas peças

Para começar, volte sua atenção para os cabides. Separe-os pelo formato, tamanho e o tipo de gancho. Pendure as camisas do trabalho, casacos pesados e peças finas que ficam amassadas facilmente. Se curte um visual ainda mais bonito, vale apostar em uma organização por cor.

Organize por ocasião

Tudo bem que o clima do Brasil é bastante imprevisível, mas, se começou o verão, você pode guardar aquele casaco pesado de lã, né? Blazers e outras peças de inverno podem ser embaladas em TNT, mas não em plástico, pois ele pode grudar e tirar um pouco do brilho do seu acessório. Se tiver um armário pequeno, use cestos e caixas organizadoras.

Organização de armários e closets

 

Organização de armários de banheiro

Os armarinhos de banheiro podem ficar acima ou abaixo da pia. Os de baixo são um pouco maiores e você pode acomodar toalhas enroladas, papel higiênico e outros produtos que são utilizados naquele cômodo, mas que ainda estão fechados. Já na parte de cima, guarde maquiagens, perfumes, acessórios para o cabelo e outros pequenos itens usados no dia a dia

Organização de armários de banheiro
Aprendeu um pouquinho sobre a organização de armários? Então, fique ligado no blog da Brasil Brokers! Aproveite nossas dicas e deixe a sua casa cheia de conforto!

Postado por <brasilbrokers>
23 jul

Antes de dar um up no visual de casa, é necessário fazer um planejamento e avaliar todas as possibilidades, evitando dores de cabeça no futuro

Ideias para reforma de casas podem surgir a qualquer instante, certo? Entretanto, muitas pessoas têm receio de iniciar uma nova obra e causar um transtorno na rotina de casa, afinal, todo o processo pode gerar uma grande bagunça. Além disso, também é preciso pensar na grana que será investida em cada etapa do projeto.

Para te ajudar a definir as suas prioridades e evitar problemas a longo prazo, a Brasil Brokers separou sete dicas de como planejar uma reforma residencial. Confira e entenda o que você pode fazer antes, durante e depois das construções.

Planeje a reforma da sua casa com a ajuda das nossas dicas

 

Como planejar uma reforma: antes de começar

1. Defina seus objetivos

Essa dica pode parecer meio óbvia, mas é sempre bom ressaltar a importância de definir o que realmente você quer fazer na sua reforma. Sente com a família e responda algumas perguntas: o que vai ser transformado? Vai ser uma transformação na casa inteira ou em apenas em alguns ambientes? Também é importante avaliar se os projetos serão feitos por necessidade ou estética.

2. Conte com a ajuda de profissionais

Para fazer o melhor serviço na casa, você vai precisar entrar em contato com ótimos profissionais. Arquitetos sempre dão uma segurança e beleza a mais à reforma. Outra dica é escolher pedreiros experientes e que realmente consigam entregar aquilo que você procura. Fique atento também à possibilidade de contratar uma pessoa apenas para cuidar da parte hidráulica e elétrica.

3. Desenhe uma planta do imóvel

Um benefício para reforma de casas é a planta desenhada por um arquiteto. Esse tipo de documento consegue trazer informações que são essenciais para todos os tipos de construções: materiais que serão utilizados em cada etapa, partes aparentes, instalações elétricas e hidráulicas e outros itens que são essenciais para o conforto e a segurança das pessoas que moram na casa.

Planejar a reforma da sua casa é fundamental

Durante a reforma

4 – Guarde tudo

Se você quer que seus itens mais importantes não fiquem danificados em razão da poeira levantada na reforma, guarde tudo com muito cuidado. Vale encapar os móveis com plástico e usar caixas para guardar livros, roupas e outros objetos pessoais. Caso não tenha espaço, considere recorrer a um self-storage: um local onde você conta com espaços organizados para guardar tudo que precisa.

5. Avalie a rotina do lar

Com o espaço ocupado e cheio de entulhos, a locomoção em casa pode ficar prejudicada, não é? Informe toda a equipe que está trabalhando no projeto sobre as tarefas cotidianas do lar e veja qual é a maneira de não atrapalhar a rotina de ambas as partes. Além das prioridades da casa, defina horários e dias exatos para realizar cada etapa da reforma.

6. Evite quebra-quebra

Quem já trocou os pisos de uma casa sabe que essa é uma das atividades mais complicadas durante a reforma. Por isso, evite descer a marreta em tudo que deseja transformar. Caso precise realizar grandes mudanças como essa, não faça em vários cômodos de uma vez, divida por passos e monte um cronograma. Além disso, não se esqueça de cobrir portas e demais frestas.

Seja organizado durante a reforma de sua casa

E depois da reforma…?

7. Faça uma limpeza pós-obra

Depois do pequeno tumulto, é importante fazer uma faxina diferenciada da que é feita no dia a dia. Considere contratar pessoas especializadas para esse serviço ou fazê-lo você mesmo, mas é importante retirar todo o excesso de poeira, resquícios de cimento e tintas, além de outros materiais que foram utilizados na reforma.

Para conservar cada parte, é recomendado utilizar um removedor de cera protetora, solventes de tintas, pano com álcool para partes macias e muita água e sabão nos pisos. Nunca utilize produtos que contenham ácido para limpar revestimentos em cerâmica, isso pode causar danos irreversíveis no objeto.

Fazer uma limpeza em sua casa após a obra é fundamental

Além dessas dicas de como planejar uma reforma, encontre mais dicas para a sua casa no blog da Brasil Brokers! Há uma série de posts com dicas de decoração para te ajudar em diferentes tipos de tarefas. Aproveite e deixe o lar mais confortável para você e sua família!

Postado por <brasilbrokers>
20 jul

Quando bem cuidado, o jardim de casa é um ambiente agradável, capaz de oferecer relaxamento e conexão com a natureza.
Para ter um jardim visualmente agradável e belo, além de manter as plantas bem cuidadas, é necessário ter alguns cuidados com os itens que comporão o visual decorativo do seu jardim, desde os vasos até as plantas.
A Brasil Brokers separou seis dicas-chave para guiar na composição da decoração do jardim da sua casa, para que você obtenha o melhor resultado possível. Confira!

1. Tenha cuidado com excessos

Diferentes flores devem ser combinadas cuidadosamente
Muitas vezes, acabamos nos empolgando no processo de decoração e tentamos incluir absolutamente tudo o que acreditamos que ficaria bonito naquele ambiente. Isto, no entanto, pode ter um resultado terrível.
Tenha cuidado, pois diversas plantas e artigos decorativos, por mais bonitos que sejam, não combinam entre si.

2. Procure referências e defina um conceito base

Defina um conceito base para o seu jardim
Definir o conceito de jardim que você deseja seguir é uma boa maneira de evitar se perder comprando itens que, na prática, não compõem de forma alguma o jardim dos seus sonhos.
Pesquise referências na internet e em revistas e atenha-se a elas no momento de comprar os itens que comporão o visual do seu jardim.

3. Pense no conforto

Transforme o seu jardim em um ambiente confortável
Caso esteja decorando um jardim com o objetivo de torná-lo um ambiente para que as pessoas passem algum tempo nele, lembre-se de comprar móveis confortáveis para que as pessoas possam se sentar sem incômodo.
Não esqueça de selecionar móveis que não sejam sensíveis à umidade.

4. Observe bem o seu jardim antes de escolher as plantas

Pense no ambiente antes de escolher quais plantas comporão o seu jardim
Seu jardim é um local com alta ou baixa incidência de luz solar? Quanto espaço há disponível?
Saber responder a estas perguntas é fundamental para comprar as plantas certas e não prejudicar a aparência do seu jardim com uma planta que não está adaptada à luminosidade ou ao espaço disponíveis.

5. Ao escolher o material do caminho do seu jardim, pense nas pessoas que transitarão por ele

Planejar o material do caminho do seu jardim é fundamental
Existem diversos materiais belíssimos disponíveis em casas de construção para serem usados na composição desses caminhos, mas alguns acabamentos são mais bonitos do que práticos.
Se estiver planejando o caminho de um jardim que fique na frente da sua casa, em que o fluxo de pessoas costuma ser mais intenso, evite usar pedras soltas. Esse tipo de material dificulta a caminhada de alguém que estiver com pressa ou que estiver usando salto alto, por exemplo.

6. Lembre-se que as cores compõem a sensação que o ambiente transmite

Lembre-se que as cores que compõem o ambiente transmitem sensações
Pense na sensação que você deseja que seu jardim transmita e use a psicologia das cores a seu favor.
Tenha cuidado para não inserir diversos itens com cores que não combinam entre si, pois isto poderá tornar seu jardim visualmente desagradável.
Uma das possibilidades disponíveis é selecionar uma paleta de cores que lhe agrade e basear as suas escolhas nela.

Seguindo essas dicas da Brasil Brokers, o seu jardim ficará impecável e renderá muitos elogios. Que tal começar a planejar hoje a decoração do jardim da sua casa?

Postado por <brasilbrokers>
20 jul

Você tem um ambiente para organizar, mas simplesmente não consegue pensar em nenhum método eficiente e que não ocupe muito espaço? Ou simplesmente deseja inovar na organização e utilizar outros móveis ao invés dos clássicos armários? Se respondeu sim a alguma dessas perguntas, com certeza este post é para você.

Confira abaixo nove ideias que a Brasil Brokers separou para você inovar e organizar um ambiente sem usar guarda-roupas ou armários.

1. Araras

Araras são uma ótima forma de organizar roupas
As araras são a solução clássica para substituir o guarda-roupas, pois são práticas e costumam ocupar pouco volume no ambiente.

2. Invista em prateleiras e nichos

Prateleiras e nichos ajudam na organização do ambiente
Prateleiras e nichos são extremamente versáteis e podem ajudar muito na organização de qualquer ambiente

3. Use ganchos

Ganchos são uma opção prática para organizar ambientes
Colocar ganchos próximos à entrada da sua casa é uma boa opção para dispor casacos e bolsas de uma maneira prática e organizada.
Também são uma boa opção para utilizar os espaços livres que ficam atrás das portas em geral.

4. Construa um mezanino

Mezaninos otimizam o espaço disponível no ambiente
Construir um mezanino é uma ótima saída para ambientes com o pé direito alto, pois aproveita duplamente o espaço disponível.
Esta ideia possibilita a criação de uma área extra para incluir prateleiras, nichos e araras, por exemplo.

5. Invista em camas e sofás com gavetas embutidas

Gavetas embutidas em camas e sofás ajudam a organizar diversos ambientes

Foto: Reprodução/Pinterest

Camas e sofás com gavetas embutidas são perfeitos para a organização de ambientes pequenos, pois aproveitam espaços que normalmente não são aproveitados pelos modelos tradicionais destes móveis.

6. Use baús para guardar roupas fora da estação

Guardar roupas de outra estação em baús para organizar as suas roupas
Você pode usar um baú para guardar diversas peças de roupa que não serão usadas na estação vigente e evitar que estas peças se tornem um estorvo na hora de escolher o que vestir no dia-a-dia.

7. Use um organizador de sapatos embaixo da sua cama

Organizador de sapatos utiliza espaços que não seriam normalmente utilizados

Foto: Reprodução/Pinterest

Aproveite o espaço que fica embaixo da sua cama e guarde seus sapatos com o auxílio de um organizador ou de algum suporte com rodinhas, por exemplo.

8. Aposte na onda DIY e construa prateleiras ou araras com canos de ferro e madeira

Prateleiras DIY são tendência na organização de interiores

Foto: Reprodução/Pinterest

Essa dica é perfeita para quem gosta de fazer DIYs (Do it Yourself, do português faça você mesmo).
Além de ser uma opção que irá servir perfeitamente às suas demandas, será um diferencial para o ambiente, que receberá um toque de personalidade extra com esse móvel único.

9. Construa móveis com caixas de madeira

Caixas de madeira são um ótimo material para fazer móveis organizadores

Foto: Reprodução/Pinterest

Assim como a dica anterior, esta envolve algum trabalho manual, mas é bem prática e econômica.
Com caixas de madeira, é possível montar um sofá com diversos espaços embaixo para guardar objetos da sala de estar ou montar uma escrivaninha com compartimentos para distribuir seus objetos, por exemplo.

Guarda-roupas e armários podem ocupar bastante espaço e tornar alguns ambientes bastante atribulados. Com o auxílio de alguma das dicas listadas acima, você liberará espaço, além de conferir uma dose de personalidade extra ao ambiente. Experimente!