Escolha a Cidade:

Voltar para home.
Postado por <brasilbrokersoficial>
06 mar

O conceito de empreendimento de uso misto é tendência nos principais centros urbanos de todo o mundo, como Londres, Tóquio e Los Angeles e Nova Iorque. Com o crescimento do mercado imobiliário no Brasil, os mixed-use, como também são conhecidos, ganharam força. Um dos motivos para esse movimento é a questão da mobilidade urbana – quanto tempo perdemos, todos os dias, no percurso de casa para o trabalho? Esta já é uma realidade até mesmo em cidades de médio porte. Para muitas pessoas, morar perto do trabalho chega a ser um “salário indireto”.

“Os mixed-use permitem que a pessoa viva, trabalhe e consuma num mesmo espaço com total segurança, sem perda de tempo ou estresse no trânsito, sem contar a capacidade que empreendimentos com este perfil têm de se tornar um pólo de transformação de uma região”, explica Bruno Serpa Pinto, diretor superintendente da Brasil Brokers em Niterói (RJ). Bruno dá como exemplo o desenvolvimento da cidade de Itaboraí (RJ) que recebeu vários empreendimentos deste tipo com a instalação do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

Perspectiva do Helix Business Center, da AS Construtora, em Itaboraí (RJ).

A análise também é compartilhada por Adriano Guerra, vice-presidente da Brasil Brokers em Minas Gerais, que cita o desenvolvimento atual e as perspectivas de todo o vetor norte da região metropolitana de Belo Horizonte, e em especial a região de Lagoa Santa (MG).

Perspectiva do Laguna Residence Mall, da construtora Castor, em Lagoa Santa (MG).

Na avaliação de Guerra, o crescimento do turismo de negócios vem proporcionando grandes oportunidades no mercado imobiliário. Para ele, hotelaria, residência, negócios e entretenimento são capazes de gerar uma grande sinergia entre si. “Esta combinação é a receita para empreendimentos de sucesso, atendendo as expectativas e demandas da grande fatia do público, seja para o turismo de lazer, turismo de negócios ou para uso próprio”, conta o executivo.

Comentário: Nenhum comentário

Deixe seu recado