Escolha a Cidade:

Voltar para home.
Postado por <brasilbrokersoficial>
11 out

A casa tem todos os seus espaços definidos e em utilização e a família recebe a notícia de que vai ganhar mais um integrante. Porém, não tem como fazer uma obra no momento para preparar um cômodo a fim de abrigar o novo morador. O jeito será dar novos destinos a alguns espaços em uso para se adequar a nova realidade. Como, por exemplo, transformar o quarto que era usado como escritório em quarto do bebê.

De acordo com a arquiteta Lulu Andrade, uma dica é a de aproveitar os imóveis existentes dando uma nova funcionalidade. Por exemplo: a antiga escrivaninha do escritório pode virar um móvel para trocar as fraldas do bebê. “Como a escrivaninha é mais baixa que uma cômoda é possível adaptar a altura comprando ou mandando fazer um trocador de fraldas acolchoado que ficará apoiado sobre o móvel”, explica a profissional.

Os adesivos coloridos são uma opção para dar uma nova cara ao móvel que está sendo reaproveitado para o quarto do bebê. Crédito: Adoro Arquitetura

A outra dica é investir na iluminação. De acordo com a arquiteta, luminárias de papel são uma ótima solução para quem está com a verba curta, sem contar que permite se criar um clima aconchegante para que o bebê durma e que a mãe se sinta confortável durante a amamentação.

Geralmente os pais preferem que o quartinho do bebê seja todo em tons claros, inclusive os móveis. Para Lulu, não há nenhum mal nisso, mas ela sugere que se ouse um pouquinho e se escolha algum elemento para que seja colorido. Podendo ser em uma parede, a estampa das almofadas ou os nichos ou prateleiras onde ficarão os brinquedos. “Cores vibrantes estimulam as crianças e elas adoram”, completa.

Antigo escritório da casa transformado em quarto de bebê, a arquiteta Lulu Andrade sugeriu fazer desenhos com cores fortes nas paredes para “quebrar” o branco dos móveis. Crédito: Adoro Arquitetura

Em dicas para o lar
,

Comentário: Nenhum comentário

Deixe seu recado