Escolha a Cidade:

Voltar para home.
Postado por <brasilbrokersoficial>
19 out

Comprou um apartamento na planta, ele ficou pronto, você pegou as chaves, e precisa fazer todo o acabamento, e agora? Como escolher os materiais mais adequados?

Pensando nisso vamos fazer uma série para te ajudar a escolher os produtos mais adequados de acordo com seu gosto e apartamento.

Nesse post vamos falar sobre o piso, para isso contamos com a ajuda da Arquiteta Vivi Cirello. Fizemos para algumas perguntas para ela que podem te ajudar na escolha, seguem as respostas e um pequeno guia sobre os materiais mais usados ultimamente.

Confira algumas dicas da arquiteta:

Se seu apartamento é pequeno, desses com sala e cozinha integrada, o ideal é optar pelo mesmo piso?

 Sim, o ideal seria usar o mesmo piso para dar continuidade e com isso uma sensação de espaços mais amplos. Mas também devemos levar em consideração o tipo de piso e o uso da cozinha. Por exemplo: eu não indicaria assoalho de madeira em uma casa com moradores adeptos à fritura. O piso absorveria essa “gordura”. Para esse cliente indicaria um piso frio, como um porcelanato, ou um piso vinílico que imita madeira.

Deve-se levar em conta a direção do sol? Isso pode estragar alguns materiais de piso? Qual seria o mais adequado para apartamentos que batem muito sol?

Sim, o assoalho de madeira pode “queimar” com o sol. Para apartamentos que batem muito sol o ideal são pisos sintéticos (artificiais) como porcelanatos e pisos vinílicos. Uma boa opção também é um mármore impermeabilizado.

E caso contrário, em apartamentos que não batem luz do sol, quais opções deixam o ambiente mais quente?

Indiscutivelmente o assoalho de madeira aquece um ambiente.

É importante verificar a espessura dos materiais?

Sim, principalmente se houver mudança de piso na casa. A mudança pode existir, mas sem desníveis para não dar diferença de espessura no piso de um ambiente para o outro.

Hoje no mercado existem materiais coloridos e com muita textura, para apartamentos esses pisos são indicados?

Eu não colocaria um material no piso colorido, pois pode cansar e o piso é para durar muito. Não é algo para mudar sempre. Sou adepta de uma base neutra e o uso de cores em móveis e acessórios.

Recomenda o uso de algum material para os apartamentos? Se sim, porque?

Recomendo assoalho de madeira e mármore. Também recomendo porcelanatos para clientes práticos. Para obras rápidas e, principalmente, para reformas indico o vinílico, pois pode ser aplicado sobre o piso existente. Isso economiza tempo, mão de obra e material.

Seguem algumas descrições de pisos:

* Madeira (assoalhos, tacos e piso pronto): Pode ser utilizada tanto na área social como na área íntima do apartamento.  Após a instalação, que dependerá do tipo de peça que você escolheu, as peças serão lixadas e receberão uma resina protetora.

*Vinílico: É produzido com resina de vinil (pvc), quase sempre reciclada, sua superfície é texturizada e estampada, de modo a imitar outros acabamentos. Parecem muito com madeira, mas são mais baratos e fáceis de aplicar. Esse tipo de piso pode ser aplicado sobre outro que já exista, o que reduz custos na obra e no tempo de aplicação. No mercado já existem diversas cores e modelos que imitam muito madeira. Outro aspecto positivo é a facilidade de limpeza. Já saem de fábrica com película protetora.

* Pisos laminados: recebem este nome porque são feitos a partir de um substrato revestido com lâminas, que podem ser de madeira natural, no caso dos pisos laminados de baixa resistência, ou de celulose, que são os de alta resistência. Mais baratos que os pisos de madeira, são de fácil instalação e fáceis de limpar.  Não se esqueça de pedir a colocação da submanta acústica, para diminuir os ruídos.

* Cerâmicas e porcelanatos: significam praticidade, resistência e pouca absorção de água. Do grupo dos pisos frios, são ótimas alternativas para apartamentos em regiões quentes. Há uma vasta diversidade de padrões e acabamentos: lisos, brilhantes, acetinados, opacos. E a variedade no tamanho das peças também impressiona. Atualmente, a tendência são as placas de grandes dimensões, como 1,0 m x 1,0 m. Mas só opte por elas se o seu apartamento tiver dimensões generosas. Caso contrário, não vale a pena investir em peças grandes, porque, em geral, elas são mais caras e você terá de fazer muitos recortes.

* Pedras (mármores, granitos, limestone etc.): representam nobreza, praticidade e durabilidade. Os pisos de pedras naturais fazem parte do grupo dos pisos frios. Podem durar muitos anos, desde que cuidados de forma correta. Um pano úmido é suficiente para a limpeza e é aconselhável evitar produtos químicos, que podem manchar as pedras com o tempo. Procure utilizar pedras menos porosas, pois serão menos absorventes. Como são naturais, os veios e a tonalidade das placas podem variar de uma peça para outra. Portanto, se você quer uniformidade esse não é o seu produto. E para que não haja variações gritantes de tonalidade, procure sempre comprar peças de um mesmo lote.

Em dicas para o lar
, , , ,

Comentário: Nenhum comentário

Deixe seu recado