Escolha a Cidade:

Postado por <brasilbrokersoficial>
26 fev

Porque não aproveitar um espaço teoricamente ocioso para torná-lo produtivo e ainda por cima reciclar lixo orgânico com as chamadas “hortas urbanas”? Isto já é uma realidade em prédios comerciais, como o de um shopping center em São Paulo, e também em moradias de baixa renda de uma comunidade no Rio.

O Shopping Eldorado, na cidade de São Paulo, instalou uma horta com mil metros quadrados no seu teto. O projeto de compostagem acontece há quase dois anos e as plantas crescem diretamente no composto orgânico produzido pelo shopping. Mensalmente são geradas 14 toneladas de adubo a partir dos restos das 10 mil refeições servidas por dia na praça de alimentação. Com o trabalho de compostagem e a reciclagem, o shopping Eldorado recicla 25% das 300 toneladas de lixo mensais.

Horta plantada no teto do Shopping Eldorado (SP). Imagem: Portal Ecoeficientes

Horta plantada no teto do Shopping Eldorado (SP). Imagem: Portal Ecoeficientes

A intenção do Eldorado é cobrir toda a área do seu teto, cerca de 9.8 mil metros quadrados, o que poderá ajudar a formar um microclima que poderá ajudar a diminuir em um grau a temperatura interna do shopping.

Quase 500 quilômetros dali, no Rio de Janeiro, uma comunidade carente implantou um projeto semelhante ao realizado em São Paulo. No morro do Chapéu Mangueira, no bairro do Leme, moradores participaram de um projeto organizado pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), que lhes capacitou a instalar e manter hortas em lajes e quintais.

O curso durou quatro meses e ofereceu estrutura com calhotes e minhocário para reciclar resíduos orgânicos e transformá-los em adubo. Além de estimular a alimentação mais saudável, a ideia é que no futuro estas pequenas plantações venham a completar o orçamento dessas famílias.

Projeto do CEBDS, no Rio de Janeiro, capacita moradores de comunidades carentes a fazer hortas em lajes e quintais das suas casas. Imagem: Divulgação CEBDS.

Projeto do CEBDS, no Rio de Janeiro, capacita moradores de comunidades carentes a fazer hortas em lajes e quintais das suas casas. Imagem: Divulgação CEBDS.

Ficou com vontade de ter uma horta e não tem uma laje para isso, veja esse post que fizemos sobre como aproveitar o pouco espaço da sua casa para cultivar hortaliças e ervas. Quer ver um exemplo, neste caso residencial, sobre revestimento vivo no teto para diminuir a temperatura interna do imóvel, confira esse outro post

Em Inovação
, ,