Escolha a Cidade:

Postado por <brasilbrokersoficial>
17 jan

Projeto de sala de estar por estúdio MSWW - www.msww.pl

A iluminação é um dos elementos mais importantes nos projetos de decoração e cada vez mais o LED tem sido o queridinho dos arquitetos e decoradores. Para aqueles que querem dar um toque especial em algum ambiente da casa sem gastar dinheiro com grandes reformas ou com móveis novos, as lâmpadas e fitas de LED são ótimas opções.

As vantagens do LED (Light Emitting Diode em inglês, ou diodo emissor de luz) são inúmeras, é possível obter economia de energia devido ao menor consumo, durabilidade em relação às lâmpadas incandescentes e fluorescentes e uma vasta quantidade de cores.

A substituição das lâmpadas comuns pelos LEDs, é simples, considerando que muitos modelos têm a mesma base das lâmpadas convencionais. Estudiosos afirmam que há uma economia de 95% no consumo de energia na troca de uma lâmpada comum por uma LED.

O valor das lâmpadas de LED é alto e isso pode ser considerado um obstáculo. Mas o investimento é compensado, o LED tem vida útil muito mais longa, podendo durar até 100 mil horas, ou seja, aproximadamente 25 vezes mais do que as lâmpadas incandescentes e três vezes mais do que as lâmpadas fluorescentes compactas.

Fita de LED utilizada para iluminar a cabeceira da cama dá um ar aconchegante ao quarto / Crédito: Blog Led + Led

Além das lâmpadas, outra opção que vem sendo bastante utilizada são as fitas de LED, que são vendidas por metro e fáceis de aplicar, possuem uma camada adesiva que ajuda na instalação. Elas proporcionam um toque de charme e sofisticação em qualquer ambiente e podem ser encontradas em várias tonalidades. Um rolo com 5 metros custa em torno de R$ 40,00 (quarenta reais).

A possibilidade de uso do LED na decoração é infinita. Ele pode ser aplicado em jardins, lavabos, quartos, halls, degraus, armários, nichos, escadas, sancas de gessos, enfim, em diversos espaços.

Use sua imaginação e divirta-se!

Para os mais modernos, as lâmpadas coloridas de LED fazem a diferença / Crédito: Blog Pontto Lavabo

Toque de luxo na piscina com luzes azuis de LED / Crédito: TwoSevens.com

 

Em Decoração
, , , , , , , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
24 dez

 Vamos começar o ano com um projeto de mudança na casa? Pesquisamos diversas tendências para 2013 e vamos compartilhar com você em cinco matérias semanais. A primeira da série é sobre jardim.
Aproveite as dicas que vem por aí!

Se você é daquelas pessoas que adora receber convidados em casa, este é o estilo de jardim perfeito. Os espaços diferenciados como áreas de estar, descanso, leitura e lazer proporcionam opções diversas de aproveitamento da área externa.

 

Foto: Divulgação

A ideia deste espaço é integrar as áreas de lazer ao surpreendente jardim tropical, e que, ao caminhar por ele, os convidados se deparem com espécies variadas de plantas exuberantes como: palmeira rabo de raposa (Wodyetia bifurcata), palmeira azul (Bismarckia nobilis), Nolina (Beaucarnea recurvata) e a Cica (Cycas revoluta).

Pensando na tendência de jardins vibrantes e com conotação tropical, o arquiteto Marcelo Novaes utilizou espécies nativas, que florescem em todas as estações do ano, garantindo movimento, cores variadas e texturas ao espaço.

 

Foto: Divulgação

O projeto oferece alguns atrativos. Sob o pergolado há um ambiente de estar em meio ao jardim de onde é possível admirar o belíssimo visual. O deck, que se estende sobre o lago de carpas vermelhas e douradas, é um convite ao relaxamento ao som da cascata. O som da água, o cheiro das plantas e a vegetação exótica criam um ambiente aconchegante. “A água é sempre importantíssima para a serenidade do jardim, além de se tornar um elemento decorativo”, afirma Marcelo.

Sobre os objetos de decoração para áreas externas, as esculturas são extremamente atraentes. Situada ao lado da cascata “A violinista”, do artista plástico Santos Lopes compõe com harmonia o seu entorno. Um outro aspecto importante é a iluminação, que possui papel fundamental na valorização das formas da vegetação. Para cada tipo de espécie existe uma lâmpada diferente e especifica que ao colocadas estrategicamente realçam o espaço. O uso de lâmpadas âmbar e spots direcionados criam um contraste entre as diferentes espécies do jardim, dando variedade ao ambiente.

Reunindo todos esses elementos, o resultado é um jardim tropical, com espaços agradáveis, acolhedores e cheios de surpresas. “Um verdadeiro refúgio com características fundamentais para a criação de um espaço de lazer para a família e ponto de encontro para receber amigos e familiares”, conclui o arquiteto.

 

Em 1975, quando ainda estudante, trabalhou no viveiro de produção de mudas da família, executando seus primeiros jardins. Em 1980 se formou em paisagismo pela Faculdade de Arquitetura da Universidade PUC-Campinas. Desde então, atua como paisagista, onde desenvolve projetos por todo o Brasil. Alguns deles podem ser visto no site www.marcelonovaes.com.br.

Em Decoração
, ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
06 dez

Oscar Niemeyer: 1907 – 2012

“Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein.” (Oscar Niemeyer)

E assim sua arte tomou forma: o homem que gostava de curvas não poupava esforços para tê-las na prancheta. Aos 104 anos Oscar Niemeyer faleceu no Rio de Janeiro, cidade onde nasceu e amava.

Niemeyer ficou famoso por projetos que se tornaram cartão-postal de Belo Horizonte, no bairro da Pampulha, nos anos 1940, e de Brasília, dez anos mais tarde. Difícil destacar a obra mais importante do gênio, mas entre elas: Obra do Berço, seu primeiro projeto individual, datado de 1937, e o Sambódromo (1983), no Rio de Janeiro; o Caminho Niemeyer, ainda em construção, e o Museu de Arte Contemporânea (1991), em Niterói; O edifício Copan e o Parque do Ibirapuera, em São Paulo, no começo dos anos 50.

 

Museu de Arte Contemporânea, Niterói

 

Edifício Capanema, Rio de Janeiro

 

Sambódromo, Rio de Janeiro

 

Palácio do Planalto, Brasília

 

Além das obras brasileiras, Oscar deixa sua marca pelo mundo. Entre as realizações no exterior, destaque para a França, onde viveu na capital durante os anos 1960. Em território francês, projetou a sede do Partido Comunista Francês, do jornal L’Humanité, da Bolsa de Trabalho de Bobigny e o Centro Cultural Le Havre. Destaque também é o prédio da editora Mondadori, na Itália, projetos diversos na Argélia, o Museu de Arte Moderna de Caracas e a Universidade de Haifa, em Israel.

Niemeyer também é reconhecido no exterior, recebeu o prêmio Pritzker de Arquitetura em 1987 e o Leão de Ouro da Bienal de Arquitetura de Veneza em 1996, entre muitos outros.

“O que vale é a vida inteira, cada minuto também, e acho que passei bem por ela. Quando olho para trás, vejo que não fiz concessões e que segui o bom caminho. Isso é o que dá uma certa tranquilidade”, disse a jornalistas ao completar 100 anos.
Fonte: O Estado de S. Paulo.

Em DIversos
, ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
26 out

Cores. Elas trazem alegria para o nosso dia a dia e deixam o ambiente mais divertido. Porém, quando mal selecionadas, podem deixar o espaço com um jeito sombrio ou poluído. Na hora de fazer novas escolhas, sempre é bom ouvir um especialista. Conversamos com o arquiteto Fabrício Forg para dar dicas de como combinar as cores desejadas com os objetos e espaços da casa.

Foto: Divilgação

 

Blog Brasil Brokers: As tendências de cores para 2012 vieram carregadas de tons vibrantes e luminosos. Quais os cuidados que devem ser tomados para utilizar essas tonalidades em casa?

Fabrício Forg: Após um período minimalista, que permeou a decoração nos anos 2000, os espaços começaram a ganhar cor em 2010, 2011, e a tendência continua em 2012. Projetos mais ousados abusam do uso de cores, utilizando tons fortes em peças grandes e ainda nas paredes. Contudo, para usarmos várias cores em um mesmo ambiente, obrigatoriamente precisamos  de um espaço muito amplo, para que o efeito seja visualizado por completo, evitando perspectivas cuja harmonia de cores não seja compreendida. A dica para não errar é sempre manter a base neutra, e pontuar os tons fortes em peças de decoração. Até podemos usar várias cores, mas que fiquem restritas a um única visual do ambiente, como na foto. Neste projeto, determinei a cor forte no papel de parede, e os demais itens que compunham este ambiente em tons mais neutros. Contudo, para quebrar a monotonia, o mesmo visual ainda recebe outras cores em peças menores, como o pufe em estampa listrada, ou mesmo almofadas em cinza chumbo. O efeito é colorido, demonstra personalidade, mas é harmônico.

Blog Brasil Brokers: Quanto tempo é necessário para que a pessoa tenha que mudar a cor do ambiente?
Fabrício Forg: Assim como deveria ser o comportamento para o vestuário, a casa não precisa seguir tendência, mas garantir a felicidade do habitante. Da mesma forma que você pode usar uma camisa mesmo que ela esteja fora de moda, as cores de sua decoração também podem ser mantidas desde que garantam sua alegria. Acontece que vivemos em um mundo dinâmico e o mercado sempre nos induz a consumirmos o novo. A moda vai mudando, mudando e acho que se consolida em um prazo de três a cinco anos, afirmando o que realmente é novo. Sendo assim, se você deseja estar sempre antenado e incluir itens novos no decór, vá inserindo peças pequenas a cada ano, e faça a transformação total a cada cinco anos.

Blog Brasil Brokers: Quais as cores mais indicadas para o banheiro e a área externa?
Fabrício Forg: Como são áreas de limpeza e higiene, o branco é sempre a cor mais indicada. No máximo personalize com detalhes em cores de seu gosto, mas 80% do espaço deve ser branco.

Blog Brasil Brokers: Quais cores podem ser usadas para deixar o cômodo com aspecto maior? E menor?
Fabrício Forg: Para deixar o ambiente maior vale a regra de uma parede em um tom mais escuro. Para dar profundidade, use um tom a mais na parede do fundo; para dar altura, use o teto mais claro. Já para reduzir a profundidade, use a mesma regra, mas utilize cores diferentes e não da mesma paleta de cores. Exemplo: para encurtar  um longo corredor, use as paredes em branco e a do fundo em vermelho.

Blog Brasil Brokers: Quais misturas de cores ficariam interessantes?
Fabrício Forg: Existe um círculo de cores que determina as combinações mais harmônicas, como azul com amarelo, preto com branco, laranja com roxo, etc. Mas eu gosto das combinações ousadas, como rosa ou azul marinho com marrom, verde com vermelho, amarelo com verde, cinza com branco e vermelho. Todas as cores podem ser combinadas, mas os tons devem ser bem escolhidos para criar a harmonia certa.

Blog Brasil Brokers: Existe alguma cor que está fora de moda?
Fabrício Forg: É difícil definir o que está fora de moda porque tudo depende da forma como se aplica a cor no ambiente. Às vezes, a tendência não apresenta a cor na sua cartela, mas o projeto se apropria dela com tanta ousadia que fica incrível.

Blog Brasil Brokers: Quais os erros mais comuns que as pessoas comentem em relação às cores?
Fabrício Forg: Acredito que o problema é quando as cores mais diferentes aparecem em estampas com desenhos muito elaborados. A decoração deve contar uma história. Não vejo problemas em usar muitas cores, mas utilize-as puras,  sem estampas em excesso, ainda mais se estas são características de muitos estilos ou momentos da decoração. Um sofá azul marinho pode muito bem comportar almofadas nas cores amarelo, vermelho, rosa, marrom, preto, branco. Mas se elas ainda forem em tecidos estampados, o visual será muito poluído. O importante é fazer da casa uma apresentação do que você realmente é. Se as cores fazem parte da sua natureza alegre, porque não se mostrar ao mundo em 2012?

 

*Fabrício Forg é arquiteto e proprietário do escritório FFor, em São Paulo, além de coordenar o curso de arquitetura do Centro Europeu, de Santos.

 

Em Decoração
, , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
23 out

A criança virou adolescente e reclama da decoração infantil do quarto, o filho casou e o ambiente dele na casa pede uma reforma ou você não aguenta mais olhar para os móveis e os objetos do lugar onde dorme. Chega um dia que todo mundo, por menos exigente que seja, deseja mudar tudo dentro do quarto.

Quando você, de fato, resolve reformar esse espaço da casa e se depara com as inúmeras possibilidades percebe que vai ser difícil o momento da escolha. São várias opções de revestimento, cores, móveis…

 

Sendo assim, para te ajudar nesse momento difícil, pedimos ao arquiteto Fabrício Forg, da FFor Design, que desse algumas dicas para que seu quarto fique bonito, harmonioso e confortável.

Tendências de revestimentos
A Casa Cor mostrou que a madeira continua firme e forte – seja nos móveis ou nas paredes e piso. O uso da madeira na decoração, que já vinha sendo previsto como tendência há alguns anos, em 2012 se consagrou. A única diferença para este momento é que os tons mais claros ou com veios marcantes são os mais adequados, diferente dos anos anteriores onde o tingimento dos veios estava em moda – caso do tom denominado “tabaco”. Em tempos onde a cena externa é marcada pela poluição visual, nada mais correto que trazer o aconchego da natureza para dentro de nossa casa. Sendo assim, a regra de usar e abusar da madeira – com cara de mais natural possível – está valendo para todas as  superfícies de uma casa.

Nota: vale ressaltar que as lacas ainda estão em moda, mas se a ideia é seguir a tendência da decoração, melhor mesclar cores fortes com os tons de bege e caramelos das madeiras naturais como freijó, carvalho, tauari e outras.

Vantagens da madeira
Além de um visual mais aconchegante na decoração, o uso da madeira nos móveis e nas paredes possui fácil manutenção, obtida a partir de produtos para polimento disponíveis em qualquer supermercado. Outro fator importante é o custo. No caso do uso em móveis, optar por uma peça em madeira natural, na maioria das vezes, sai mais barato que a laca. Já no caso das paredes, dependendo do revestimento ou do acabamento escolhido, a madeira pode sair mais cara, problema este que poderá ser resolvido com o uso de papéis de parede que imitam perfeitamente a madeira natural.

Tonalidades fortes: Vale a pena apostar nelas
O uso de cores fortes na decoração dos quartos hoje é bem-vindo, principalmente para os que possuem personalidade marcante ou querem ousar neste espaço mais íntimo da casa. Para quartos pequenos, prefiro tons fortes na cabeceira ou em detalhes na roupa de cama, ou até mesmo em uma peça diferenciada como uma mesa de cabeceira ou poltrona. Se quiser um padrão único melhor optar por tinta. Para os que desejam estampas, papéis de parede são indicados, até porque sua troca é bem simples, e seu uso pode dar um charme todo especial a uma decoração sisuda e sem graça.

Móveis em linhas retas e tendências para camas e guarda-roupas
As linhas retas ainda são as mais utilizadas, até porque combinam melhor com toda sorte de estampas ou detalhes decorativos utilizados no quarto. No entanto, diversas empresas para o público AAA já colocaram em sua linha de produtos móveis com detalhes mais rebuscados, como molduras aplicadas ou mesmo detalhes com estofamento em tecido, especialmente para cabeceiras de camas. Ainda em se tratando de linhas para móveis de quarto, é super correto usar neste ambiente mesas de cabeceiras, cômodas ou cadeiras que são heranças de família, na maioria das vezes com linhas mais rebuscadas. Para casos como este, combinar estas peças com móveis em linhas mais retas garantirá a exclusividade da mobília mais preferida.

Em Decoração
, , , ,