Escolha a Cidade:

Postado por <brasilbrokers>
11 jan

Há algum tempo se fala sobre energia solar, mas ainda existem algumas dúvidas sobre o assunto. Uma delas é: “será que vale a pena?”, “realmente irei economizar?”, “ como funciona?”. Essas são algumas das questões que nos perguntamos quando o assunto é energia solar.

Para você que não conhece muito a respeito, energia solar é a eletricidade gerada a partir da luz do sol. Ela é uma energia limpa, e totalmente renovável, ou seja, não agride o meio ambiente e a economia de luz é um ponto muito positivo, afinal, é uma forma de economia.

Por isso, separamos algumas questões úteis sobre esse sistema e quem sabe aderir em sua casa.

1-Quanto tempo o equipamento dura?

Os módulos têm vida útil estimada entre 25 e 30 anos para uma geração aceitável de energia.  Os inversores, por sua vez, têm uma vida estimada entre 12 e 15 anos, necessitando sua troca na metade do tempo de duração de um sistema.

2-Qual o valor de investimento?

Um sistema de qualidade sai a partir de R$15.000,00, aproximadamente, já com todos os custos inclusos. Nossa dica é você ficar atento na hora de contratar o serviço, é importante verificar tudo que vem incluso e analisar a empresa.

3-Como funciona a produção de energia solar?

A energia é produzida pelo contato da luz com os módulos fotovoltaicos. Ela é levada até o inversor, que transforma esta energia naquela que utilizamos em nossos eletrodomésticos, e joga na nossa rede elétrica. Por isso, estas duas partes (módulos e inversor) são o coração do sistema. Quando chega à noite, e a geração de energia é interrompida pela falta de luz solar, utilizamos estes créditos gerados durante o dia para o abatimento da energia consumida no período.

Lembre-se que além de economizar na sua conta, a maior vantagem é a ambiental. Uma energia limpa e principalmente que visa otimizar o uso de hidrelétricas, que possuem um alto custo de geração e envolvem perdas elétricas. Que tal começar novos hábitos e pensar mais no meio ambiente?

 

 

Em Dicas para o Lar
, , , ,
Postado por <brasilbrokers>
22 out

Uma parcela considerável das despesas de uma casa vem do consumo de energia, e sabemos que não basta serem apenas decorativas, as lâmpadas precisam baixar o valor das contas de energia.

Existem algumas maneiras de obter uma iluminação adequada e eficiente e que possibilite a redução da despesa de energia. Uma alternativa é substituir a lâmpada antiga por uma moderna. Ou seja, substituição da lâmpada incandescente ou halógena por LED. Entenda algumas diferenças:

Incandescentes

São as lâmpadas antigas, atualmente substituímos pelas lâmpadas fluorescentes, afinal apenas 5% é luz, o restante é transformado em calor. Os modelos de lâmpadas espelhadas são para o uso em spots, para que a luz não seja desperdiçada, mas sim focada. Sua principal característica é: luz Amarelada – aconchegante, ótima reprodução de cores, emitem calor.

LED

São as mais modernas, convertem energia elétrica em energia luminosa, através de pequenos chips. È considerada um produto ecologicamente correto por consumir pouca energia e possuir vida longa. Devido a alta eficiência e ao baixo consumo estão substituindo as lâmpadas fluorescentes no uso residencial. Característica: possuem baixíssimo consumo de energia e vida útil muito grande; há lâmpadas de diferentes tonalidades de cor; e não emitem calor;

Fluorescentes

São as mais indicadas para o uso residencial e comercial, pois apresentam alta eficiência e baixo consumo de energia. Substituem as lâmpadas incandescentes e podem ser utilizadas na iluminação geral de residências e comércios (em pendentes, plafons, lustres), iluminação decorativa ou de efeito (abajures, arandelas, luminárias de piso)

Há lâmpadas fluorescentes com diferentes cores de luz (branca, azulada, amarelada, …), não emite calor, reprodução de cor aproximadamente em 85%.

Lembre-se: Economias e bons hábitos andam juntos ! E, não esqueça quando sair de um cômodo para o outro desligue a luz, isso faz com que a conta seja reduzida pela metade.

Fonte: Pinterest

Fonte: Pinterest

Fonte: Pinterest

Fonte: Pinterest

Fonte: Pinterest

Fonte Pinterest

Em Decoração
, , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
29 abr

Quem pensa em reforma, sempre acha que a dor de cabeça é inevitável e que o valor do orçamento sempre é maior do que o esperado. Ainda mais quando se trata de pisos e fachadas utilizando madeiras, mármore ou outras pedras, já que na maioria das vezes, por serem matérias-primas caras, acabam pesando um pouco no valor final da obra. Mas já pensou em dar uma repaginada na casa sem gastar muito? Uma ótima opção é utilizar as imitações que vem ganhando cada vez mais espaço quando o assunto é economizar sem perder o charme.

Com o avanço da tecnologia, hoje, é possível manter a sofisticação e a classe das madeiras e pedras nobres usando revestimentos de PVC e cerâmica. Além de conferirem ao ambiente um aspecto natural, possuem uma instalação prática e uma forma simples de manutenção.

O piso cerâmico, por exemplo, possui uma vasta gama de modelos e cores, permitindo diversas composições aos ambientes da casa. Outro efeito interessante e que está em alta atualmente são os revestimentos cerâmicos que imitam tijolinhos. Com um acabamento acetinado, eles ficam ótimos em paredes e deixam o ambiente com um ar rústico e aconchegante. Confira alguns projetos para começar a reforma da sua casa já!

Revestimentos (1)

Revestimentos (2)

Revestimentos (4)

Revestimentos (3)

Revestimentos (5)

Em Decoração
, , , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
17 jan

Projeto de sala de estar por estúdio MSWW - www.msww.pl

A iluminação é um dos elementos mais importantes nos projetos de decoração e cada vez mais o LED tem sido o queridinho dos arquitetos e decoradores. Para aqueles que querem dar um toque especial em algum ambiente da casa sem gastar dinheiro com grandes reformas ou com móveis novos, as lâmpadas e fitas de LED são ótimas opções.

As vantagens do LED (Light Emitting Diode em inglês, ou diodo emissor de luz) são inúmeras, é possível obter economia de energia devido ao menor consumo, durabilidade em relação às lâmpadas incandescentes e fluorescentes e uma vasta quantidade de cores.

A substituição das lâmpadas comuns pelos LEDs, é simples, considerando que muitos modelos têm a mesma base das lâmpadas convencionais. Estudiosos afirmam que há uma economia de 95% no consumo de energia na troca de uma lâmpada comum por uma LED.

O valor das lâmpadas de LED é alto e isso pode ser considerado um obstáculo. Mas o investimento é compensado, o LED tem vida útil muito mais longa, podendo durar até 100 mil horas, ou seja, aproximadamente 25 vezes mais do que as lâmpadas incandescentes e três vezes mais do que as lâmpadas fluorescentes compactas.

Fita de LED utilizada para iluminar a cabeceira da cama dá um ar aconchegante ao quarto / Crédito: Blog Led + Led

Além das lâmpadas, outra opção que vem sendo bastante utilizada são as fitas de LED, que são vendidas por metro e fáceis de aplicar, possuem uma camada adesiva que ajuda na instalação. Elas proporcionam um toque de charme e sofisticação em qualquer ambiente e podem ser encontradas em várias tonalidades. Um rolo com 5 metros custa em torno de R$ 40,00 (quarenta reais).

A possibilidade de uso do LED na decoração é infinita. Ele pode ser aplicado em jardins, lavabos, quartos, halls, degraus, armários, nichos, escadas, sancas de gessos, enfim, em diversos espaços.

Use sua imaginação e divirta-se!

Para os mais modernos, as lâmpadas coloridas de LED fazem a diferença / Crédito: Blog Pontto Lavabo

Toque de luxo na piscina com luzes azuis de LED / Crédito: TwoSevens.com

 

Em Decoração
, , , , , , , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
22 jun
Você pode ser sustentável e ainda economizar!

Você pode ser sustentável e ainda economizar!

 

Como o Brasil e o mundo respiram sustentabilidade vamos dar algumas dicas para deixar a sua casa mais “verde”, sem perder o conforto.

– Está cansada dos móveis que tem em casa? Que tal reformá-los? Peça ajuda aos seus filhos para escolher uma nova cor para os móveis e aproveite o fim de semana para fazer uma bagunça saudável com os pequenos. Vai ser uma diversão à parte para a criançada, que vai adorar contribuir na nova decoração da casa.

– A geladeira gela menos do que deveria e você deseja trocá-la? Verifique se o problema não está apenas nas borrachas das portas. Se estiverem velhas, troque-as. Reformá-la seria uma boa ideia! Imãs de geladeira e adesivos próprios ajudam a dar outra cara ao eletrodoméstico. Pegue o dinheiro que você usaria para comprar a nova geladeira e coloque na poupança. Aproveite e comece a planejar as próximas férias com essa economia.

– O ar-condicionado é indispensável na sua vida. Tudo bem, em alguns lugares do Brasil as temperaturas não baixam mesmo, mas você pode manter o ambiente mais fresco deixando as janelas bem abertas durante o dia e evitando colocar móveis que possam obstruir a passagem da ventilação. Dessa forma o ar-condicionado não vai precisar estar na temperatura máxima para deixar o ambiente mais fresco em menos tempo!

– Use lâmpadas fluorescentes. E para quem acha que a cor branca tem cara de escritório, use as amareladas, que tem a mesma eficiência das comuns, porém esquentam menos e ajudam a diminuir a conta de luz. A iluminação natural também é importante, use e abuse dela! Opte por cortinas claras e evite objetos e móveis que escureçam o ambiente. Manter as lâmpadas e eletrodomésticos desligados quando não estiverem sendo utilizados ajuda a economizar energia.Mamães e papais,ensinem seus filhos a não abrirem a geladeira a todo instante. Além de interferir na validade dos alimentos, ainda ajuda a deixar a conta de luz mais robusta!

– Sua conta de água está muito alta? Verifique se não há vazamentos nas torneiras, descarga e chuveiro. Aquele pinga-pinga é mestre em fazer a conta aumentar.

– Separe o lixo orgânico do seco. Incentive a separação seletiva no prédio. Converse com os demais moradores na próxima reunião do condomínio. Mesmo nas cidades que ainda não possuem coleta seletiva, existem cooperativas e ONGs que trabalham com material reciclado. Combine com elas uma data para que façam a coleta na sua casa.

O custo do cuidado é sempre menor que o custo do reparo” – Marina Silva

Em Dicas para o Lar
, , , , , , , , , , , ,