Escolha a Cidade:

Postado por <brasilbrokersoficial>
14 jul

Com as temperaturas caindo nada mais aconchegante do que ter uma lareira para esquentar as tardes e noites frias do inverno. A lareira garante uma decoração cheia de personalidade, além de ser um ótimo motivo para reunir os amigos e família para bater um papo, tomar um café ou degustar um vinho.

Para valorizar ainda mais a sala e tornar o ambiente sofisticado e moderno, a lareira forma uma dupla perfeita com o home theater. Ao contrário das mais tradicionais que necessitam de lenha, carvão e chaminé, os modelos ecológicos podem permanecer próximos à TV sem nenhum problema. Com a tecnologia a gás, eles não soltam fumaça e podem ser feitos sob medida.

Para garantir sua funcionalidade, o ideal é sempre deixar um espaço de 50cm sobre a lareira e um espaço livre ao redor para distribuir melhor o calor. Lembre-se que na hora da escolha pelo modelo ideal é preciso avaliar vários aspectos além dos visuais. Quem optar por um sistema de combustão natural, as bio lareiras que funcionam com energia renovável podem ser uma boa escolha.

Abaixo, confira algumas inspirações e aqueça você também a sua casa!

lareira (2)

lareira (5)

lareira (6)

lareira (3)

lareira (4)

Em Decoração
, , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
23 jun

No domingo passado, entramos oficialmente no inverno! Em boa parte do Brasil as temperaturas já começaram a cair. E nada melhor do que deixar a casa pronta para receber o friozinho da estação.

Inverno (5)

Para aqueles que gostam de ficar em casa debaixo de um cobertor bem quentinho, podem começar a usar e abusar das mantas. Além de dar um charme na decoração dos sofás, elas são ótimas para nos esquentar.  Uma boa opção é optar por as mantas de microfibra, além de esquentar bastante, ela é aveludada e tem um toque bem macio. Nos quartos ela também pode ser usada para dar um up na decoração da cama.

Inverno (1)

Os tapetes também são peças fundamentais para uma decoração de inverno. Se a sua casa tiver piso frio, eles são extremamente necessários para dar uma aquecida no ambiente. Outro item que não pode faltar são as velas. Além de proporcionar uma sensação de relaxamento, elas dão um toque delicado e de acolhimento.

Inverno (3)

E se você acha que para aquecer o ambiente nada melhor do que uma lareira, mas não tem uma estrutura para ter um modelo tradicional, sem problemas, hoje no mercado já existem muitas opções que não liberam fumaça e não precisam de um duto de chaminé. Práticas, as lareiras elétricas são ótimas para quem tem criança em casa ou animais de estimação.

Inverno (4)

Em Decoração
, , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
13 ago

Nesses dias frios a vontade de não levantar da cama e ficar em casa é sempre uma opção tentadora, afinal, ninguém gosta de passar frio. Pensando nisso, hoje, vamos falar sobre alguns truques simples de decoração que podem espantar o frio e deixar os ambientes da sua casa mais quentinhos e aconchegantes. Algumas soluções ajudam a aquecer cada cômodo da casa.

Inverno03

 

O inverno é uma estação muito charmosa e a decoração da sua casa também pode acompanhar as tendências dessa temporada. Além dos tapetes, mantas e xales, algumas cores e iluminação podem fazer toda diferença nessa hora. Cores quentes como marrom, vinho, cinza e verde escuro transmitem a sensação de calor e podem ser usadas em detalhes como tapetes e tecidos.

Aposte em almofadas e mantas sob os sofás. Essas peças sempre são curingas e ajudam a dar aquele ar mais intimista ao ambiente. Para economizar, basta trocar as capas das almofadas por tecidos como linho ou camurça. Já as mantas, podem ser de tricô ou linha. Para quem gosta de um toque de glamour, abuse das peles sintéticas para decorar. Elas podem ser usadas de diversas maneiras para deixar o ambiente um ótimo lugar para descansar.

Confira algumas opções de decoração para se inspirar e enfrentar o friozinho com muito charme!

Inverno01

Inverno04

Inverno02

Em Decoração
, , , , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
05 nov

Primavera! Chegou a hora de guardar as roupas pesadas de inverno e voltar a usar as peças leves das estações mais quentes do ano. O primeiro passo é uma triagem para definir o que você não quer mais, o que deve ser guardado e o que vai usar durante o verão. Segundo Nelly Lopes, que é personal home organizer, se você não usou determinada peça nas últimas duas estações, não vai ser agora que vai passar a usá-la. O verão é a época mais propícia para se desfazer daquele volume que, na prática, não está mais sendo utilizado. “A gente só consegue fazer isso fora da estação de uso, porque dá para analisar as roupas com mais tranquilidade”, acredita Nelly.

 

Crédito: RCWW, Inc./Corbis

A roupa de inverno é alvo fácil de fungos, traças e ácaros. Sendo assim, é muito importante que ela seja lavada e armazenada de forma correta.

 

Como lavar

Couro: “Assim como a camurça, o couro requer muito cuidado já que ele não é amigo da água”, pontua Nelly. Couros e peles em geral não podem ser limpos com água e muito menos com pano úmido. “Se você quer armazenar o couro, só pode limpá-lo com vaselina e em pequenas quantidades. Qualquer contato com a água deixará manchas brancas. A vaselina pode ser líquida ou em creme, sendo a única forma de lavar o material”, enfatiza a personal home organizer Nelly Lopes de Oliveira. A origem animal do material pede contato com a luz solar. Existe uma proporção ideal para a manutenção das peças: “Nós sugerimos que, a cada seis meses de uso, elas sejam expostas durante 48 horas ao ar livre e sol”, diz Nelly.

Camurça: Especialistas são unânimes em indicar as lavanderias especializadas na hora de lavar as roupas de tecidos delicados. A camurça é um desses que, além de ser de difícil remoção de manchas, não gosta de água. “Existem sprays que fazem a assepsia, mas mesmo eles deixam manchas. Recomendo é encaminhar para uma lavanderia”, diz Nelly Lopes. A cada lavagem a camurça muda a tonalidade. Se tiver um conjunto de peças feito desse material, é melhor lavar sempre em conjunto. “A não ser que você queira fazer um tom sobre tom”. Na hora de guardar no armário, ressalta: “Todo cuidado é pouco, já que a traça e o cupim adoram comer isso”.

Roupa de cama: A personal home organizer Nelly Lopes ensina um passo a passo para lavar a roupa de cama. “Primeiro você tem que mandar para a lavanderia especializada, já que não pode centrifugar. Quando voltar, coloque no varal porque sempre volta um pouco úmida. E, para finalizar, passar e dobrar novamente para ficar bem guardado”, explica Oliveira, lembrando que os space bags são a melhor forma de armazenamento.

 

Lisa B./Corbis

 

Como guardar

Arejar: Os meses seguidos dentro do armário são um inimigo às peças de inverno.  O gerente de relações públicas da fabricante de enxovais MMartan, Armando Casulli, enumera: “Os principais vilões são a falta de ventilação, luz e limpeza. O acúmulo de poeira, suor e de pele descamada se tornam alimentos para os ácaros”. Arejar o ambiente e as peças guardadas é a solução. “Retirá-las do armário e deixá-las expostas ao sol da manhã reduzem a proliferação dos ácaros”, recomenda Casulli, ressaltando que os minúsculos aracnídeos são os principais responsáveis pelo mau cheiro, além de provocar problemas respiratórios.

Embalagens para armazenar: Um problema recorrente quando se trata de enxoval de inverno é o volume. Nelly Lopes de Oliveira, personal home organizer e gerente da Personal Houser, dá a dica para quem quer desfrutar de muito conforto na estação fria e, ao mesmo tempo, de espaço no armário: “Equacionamos isso com os space bags. São embalagens feitas de plástico, mas o diferencial é que retiramos todo o ar com o aspirador, o que diminui muito o volume ocupado”. O material previne contra mofo, ácaros e manchas. A especialista alerta para não guardar as roupas úmidas, o que compromete o tecido.

Roupas brancas: O especialista Armando Casulli indica um cuidado extra para armazenar as roupas brancas: “Elas devem ser acondicionadas em embalagens de plástico azul nas quais a incidência da luz, mesmo que artificial, seja evitada. Isso reduz as chances de as peças ficarem com marcas nas dobras”.

Roupa úmida: Este é um pecado capital no armazenamento do enxoval, tanto o de inverno quanto o de verão. “Roupa  guardada úmida é roupa perdida! Se estiver um pouco úmido, deixa do lado de fora até estar totalmente seco”, enfatiza a especialista Nelly Lopes. Tome o mesmo procedimento com roupas que estejam com qualquer cheiro. “Se tiver algum odor, até mesmo de perfume, coloque para lavar novamente e deixe arejando por um bom tempo”, ensina. Toda peça, continua ela, deve ser analisada com muita atenção antes de ir para o armário.

Calçados: São os que demandam mais trabalho independentemente da estação. Segundo Oliveira, a limpeza deve ser feita através de panos flanelados de microfibra, para os mais delicados, ou esponjas, para os mais robustos. O papel celofane é um grande aliado para não deformar os bicos. “O sapato tem que ser limpo por dentro e por fora, para tirar o suor. As flanelas são usadas para tirar o pó. O ideal mesmo é, sempre que utilizar, passar um pano para eliminar os resíduos e diminuir as chances de criar odor”, explica. Após limpar o sapato, deixe-o em espaço aberto com circulação de ar por um dia antes de retorná-lo à sapateira, que deve ser aberta, no mínimo, uma vez por semana para arejar.

Algodão: Assim como a lã, os casacos e blusas feitas de algodão mais pesados, como os casacos de moletom, devem ser guardados de modo a manter o formato original da peça. “Sempre fechando o zíper para guardar. Agindo assim, além de ocupar menos espaço, você estará aumentando a durabilidade da roupa. Se for no cabide, cabides iguais; nas gavetas, dobraduras iguais. Tudo para manter as roupas com um padrão”, destaca a especialista Nelly Lopes.

 

Fonte: www.organizesuavida.com.br

Em Dicas para o Lar
, , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
02 jul
Vermelho: a cor da moda

Vermelho: a cor da moda

Tem dias que você acorda com uma vontade imensa de mudar a cor de algum cômodo da casa, certo? Saiba que não está sozinha nesta empreitada! Mudar a tonalidade de alguns espaços, ou apenas de uma parede, revitaliza o ambiente sem que seja necessária uma grande reforma.

A hora de escolher a cor sempre é uma tortura. As cartelas de tintas são tão variadas e com infinitas possibilidades que nem os mais decididos escapam da dúvida. Isso acontece porque as tendências são moldadas pela nova sociedade global, que celebra um mundo de diversidades.

Segundo o Diretor de Marketing e Vendas das Tintas Iquine, Alan Souza, este encontro híbrido das culturas afeta os mercados que os consumidores buscam. Por isso é muito importante o entendimento como um todo das questões sociais, econômicas, tecnológicas e ambientais que influenciam na cor e no direcionamento das tendências. “Elas celebram o tempo de mudanças que o mundo passa. A diversidade na sociedade e as atitudes junto à humanidade”, afirma Souza.

Assim como o humor, a vontade de fazer coisas novas, a agitação do dia a dia e tudo mais que envolve nosso meio, as cores se multiplicam para nos satisfazer. Em cada temporada as tonalidades de tintas são revistas e reinventadas para o bel prazer daqueles que anseiam por mudanças na atmosfera em que vivem.

A cor do momento, segundo Allan, é o Areia Vermelha. Provocativa e inquietante, ela pode agitar as pessoas que se encontram nesses ambientes, por isso é bom ter cuidado ao pintar um cômodo inteiro. O tom escuro também dá a sensação de que o espaço ficou menor do que é. Talvez o ideal seja pintar apenas uma parede, como aonde você encosta o sofá ou a cabeceira da cama. Combine o ambiente com móveis claros. Prateleiras brancas deixam o espaço charmoso e formam o contraste que a cor quente vermelha pede.

Veja dicas para pintar a parede em “faça você mesmo

Em Decoração
, , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
22 jun

Quando a temperatura cai seu jardim vira uma preocupação? Não fique assim! Existem flores lindas que podem colorir o espaço no inverno. Separamos algumas dicas para você!

As rosas são uma boa opção por serem resistentes a temperaturas mais baixas. Plante de várias cores. Quando florirem vão deixar o ambiente alegre e cheiroso!

A hortênsia é uma flor típica do inverno e muito comum nas regiões de serra. Para cultivá-la no jardim o melhor é comprar uma muda já pronta, pois ela demora cerca de seis meses para florir. A hortênsia floresce logo após o frio, já que precisa de um choque com baixa temperatura para quebrar a dormência da flor. Mas se você quiser fazer uma muda, aqui vai a dica do pesquisador Valdir Atsushi Yuki, do Instituto Agronômico (IAC-Apta), em Campinas (SP), órgão da Secretaria de Agricultura paulista:

“Fazer uma muda não é difícil. Retira-se um galho de mais ou menos 15 centímetros, com duas ou três gemas, e faz-se o plantio em terra úmida, até enraizar. Depois é feito o transplante para o local definitivo.”

Foto: Patrick Escudero

 

Por fim, vamos plantar lavanda e azaleia. Lindas e delicadas! A lavanda, com seu lilás vibrante, transforma a energia negativa em positiva. A flor pode também ser usada em preparados de aromaterapia para ajudar a reduzir o estresse.

Foto: Michael Zuche

Já a azaleia precisa de um solo bem drenado e uma exposição sombreada e fresca. Por ser uma planta rústica, ela se adapta a qualquer tipo de solo, mas para que produza uma florada exuberante deve ser cultivada da seguinte forma:

2 partes de terra comum;
1 parte de areia;
1 parte de composto orgânico.

Foto: Clive Nichols

As flores deixam o ambiente colorido, perfumado e alegre. A energia do ambiente se renova. E mexer com a terra pode ser uma terapia. Já pensou nisso? 🙂

 

Fonte: Estado de S. Paulo

Em Paisagismo
, , , , , ,