Escolha a Cidade:

Postado por <brasilbrokersoficial>
26 set

Um dos símbolos dos anos dourados da cidade de Niterói, o Cinema Icaraí passará por um processo de revitalização coordenado pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Neste momento está sendo concluída a etapa de anteprojeto, que visa avaliar toda a estrutura e realizar os levantamentos necessários para que seja mantida a identidade original do projeto.

Construído entre as décadas de 1930 e 40 em estilo art déco, o cinema fechou as portas em 2006, e desde então se encontra abandonado. O edifício foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) e desde 2011 pertence à UFF.

A previsão é que o prédio seja transformado em um espaço multiuso, se tornando um centro cultural e de lazer com cinema, salas de música e de exposições. O novo projeto prevê ainda áreas de alimentação, convivência e recreação, salas para ensaios e apresentações, além de um espaço para salas empresariais.

cineicarai

Crédito: Internet

Em Mercado Imobiliário
, , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
08 jul

O processo de revitalização do centro da cidade de Niterói passa pelos traços de Oscar Niemeyer. O arquiteto havia deixado pronto o que viria a ser o seu último projeto, o de duas torres de 28 andares com unidades comerciais e hoteleiras, além de lajes corporativas, na cidade fluminense.

O empreendimento ficará localizado no Caminho Niemeyer, um conjunto arquitetônico que abriga sete equipamentos urbanos desenhados pelo arquiteto. São eles: Centro de Memória Roberto Silveira, Fundação Oscar Niemeyer, Teatro Popular, Praça JK, Centro de Cinema Petrobras, Museu de Arte Contemporânea e a Estação Hidroviária de Charitas.

Com a revitalização, o centro de Niterói vai receber mais de 100 mil metros quadrados de novas praças, fiação subterrânea, 190 mil metros quadrados de calçadas renovadas, ruas recapeadas, um parque litorâneo e áreas de lazer. Além disso, estão previstos 20 quilômetros de ciclovias, corredores culturais, restauração de fachadas e incentivos para instalação de bares, restaurantes, livrarias, centros culturais, casas noturnas e espaços públicos digitais. Nos últimos anos estima-se que a região perdera 15% de seus moradores. Com a recuperação urbanística espera-se atrair mais de 30 mil pessoas de volta.

Os prédios serão erguidos sobre pilotis para que a vista para a Baia de Guanabara permaneça livre. No 12º andar, está prevista a construção de uma passarela ligando as duas torres e que servirá como uma espécie de mirante.

O empreendimento Oscar Niemeyer Monumental, uma parceria entre as construtoras PDG e Latini Bertoletti  e vendas da Brasil Brokers, integra o processo de revitalização do centro da cidade de Niterói (RJ)

O empreendimento Oscar Niemeyer Monumental, uma parceria entre as construtoras PDG e Latini Bertoletti e vendas da Brasil Brokers, integra o processo de revitalização do centro da cidade de Niterói (RJ)

Em Mercado Imobiliário
, , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
30 ago

A revitalização da Praça de Lisboa, localizada no centro da cidade do Porto, — em Portugal —, é o que se pode dizer de um projeto inovador e surpreendente. Os arquitetos responsáveis pela obra decidiram tirar a praça do chão, literalmente. Os especialistas criaram ali uma espécie de shopping, urbanizando ainda mais a região, mas se valeram dos diferentes níveis topográficos da praça para suspender o jardim e colocá-lo em cima do teto das lojas, transformando em um ambiente natural ideal para se apreciar nos dias estressantes.

Tudo no projeto, cuja obra iniciou em 2005 e foi concluída recentemente, foi pensado minuciosamente. No nível da rua foi designado o espaço para receber o centro comercial feito de componentes de concreto pré-fabricados. Para dar um toque de beleza à fachada e ao mesmo tempo levar sombra para o interior das lojas, as janelas, em formatos geométricos, receberam uma estrutura branca colocada em frente aos vidros.

Sem que o visitante perceba que está se dirigindo para o nível superior ao dos estabelecimentos, as rampas de acesso foram construídas com inclinações bem sutis. E no topo o visitante se depara com um jardim repleto de oliveiras locais e um gramado com vista para a Torre dos Clérigos e outras antigas construções da cidade.

Em Inovação
, , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
19 abr

Intervenções do estado que promovem revitalização de áreas públicas melhoram a qualidade de vida da população e, consequentemente, acarretam em valorização imobiliária. Nos últimos anos, alguns exemplos dessas melhorias vêm ocorrendo em diversas capitais do país.

Um desses casos aconteceu no bairro Cristal, em Porto Alegre. O poder público promoveu diversas melhorias de mobilidade urbana e obras de infraestrutura, em 2008, principalmente depois que um grande shopping center se instalou por lá às margens do Rio Guaíba. Com as benfeitorias, outras empresas instalaram-se na região e o setor imobiliário acompanhou esse movimento – muitos empreendimentos começaram a ser construídos no entorno.

Vista aérea do bairro do Cristal e do BarraShoppingSul, em Porto Alegre. Foto: Divulgação/Dario Zalis

“De 2008 até hoje a valorização dos imóveis foi muito grande, algo em torno de 100%. Os bairros próximos foram e continuam sendo beneficiados pela valorização do Cristal”, explica o diretor de Vendas credenciado da Brasil Brokers Noblesse, Marcelo Brilhante. “Basicamente, os lançamentos são de médio a médio alto”, completa.

Em São Paulo, um exemplo bem recente foi o da Praça Roosevelt, localizado em uma região conhecida como Baixo Augusta. O logradouro vinha passando por um processo de degradação desde a década de 1980 e era ponto de encontro de usuários de drogas e moradores de rua.

Vista da Praça Roosevelt. Foto: Wikimedia Commons/Gabriel de Andrade Fernandes

A praça, reentregue à população pela SP Urbanismo em 2012 após as obras, ganhou um projeto paisagístico com jardineiras e canteiros, floricultura, banheiros públicos, garagem subterrânea, iluminação para segurança noturna e um espaço dedicado para os cachorros.

Para a diretora de Marketing da Brasil Brokers em São Paulo, Tatiana Ballan, a valorização foi tamanha que ficou até difícil encontrar imóveis disponíveis para venda ou locação no entorno da praça. “A curva de valorização na região foi mais acentuada nos últimos dois anos por conta da revitalização. Para que se tenha uma ideia, os preços dos apartamentos novos com até 50 m2 de área útil e sem garagem aumentaram mais de 60% em menos de três anos. E não há unidades disponíveis à venda. Passaram de uma média de R$ 3.15 mil o metro quadrado, em 2010, para R$ 4.98 mil em dezembro do ano passado”, revela Ballan.

Em Mercado Imobiliário
, , , ,