Blog da Brasil Brokers - Tudo sobre imóveis, arquitetura e decoração

Postado por <brasilbrokers>
11 jan

Há algum tempo se fala sobre energia solar, mas ainda existem algumas dúvidas sobre o assunto. Uma delas é: “será que vale a pena?”, “realmente irei economizar?”, “ como funciona?”. Essas são algumas das questões que nos perguntamos quando o assunto é energia solar.

Para você que não conhece muito a respeito, energia solar é a eletricidade gerada a partir da luz do sol. Ela é uma energia limpa, e totalmente renovável, ou seja, não agride o meio ambiente e a economia de luz é um ponto muito positivo, afinal, é uma forma de economia.

Por isso, separamos algumas questões úteis sobre esse sistema e quem sabe aderir em sua casa.

1-Quanto tempo o equipamento dura?

Os módulos têm vida útil estimada entre 25 e 30 anos para uma geração aceitável de energia.  Os inversores, por sua vez, têm uma vida estimada entre 12 e 15 anos, necessitando sua troca na metade do tempo de duração de um sistema.

2-Qual o valor de investimento?

Um sistema de qualidade sai a partir de R$15.000,00, aproximadamente, já com todos os custos inclusos. Nossa dica é você ficar atento na hora de contratar o serviço, é importante verificar tudo que vem incluso e analisar a empresa.

3-Como funciona a produção de energia solar?

A energia é produzida pelo contato da luz com os módulos fotovoltaicos. Ela é levada até o inversor, que transforma esta energia naquela que utilizamos em nossos eletrodomésticos, e joga na nossa rede elétrica. Por isso, estas duas partes (módulos e inversor) são o coração do sistema. Quando chega à noite, e a geração de energia é interrompida pela falta de luz solar, utilizamos estes créditos gerados durante o dia para o abatimento da energia consumida no período.

Lembre-se que além de economizar na sua conta, a maior vantagem é a ambiental. Uma energia limpa e principalmente que visa otimizar o uso de hidrelétricas, que possuem um alto custo de geração e envolvem perdas elétricas. Que tal começar novos hábitos e pensar mais no meio ambiente?

 

 

Em Dicas para o Lar
, , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
06 jan

É cada vez maior no Brasil o número de edifícios comerciais com certificados verdes. Nos últimos cinco anos ocorreu um salto de 20 para 497 empreendimentos com chancela de selo sustentável. De acordo com matéria publicada pelo jornal Brasil Econômico, isso é reflexo de uma demanda cada vez maior do mercado. Duas certificações atuam hoje no país: a Leadership in Energy and Environmental Design (Leed) e a Alta Qualidade Ambiental (Aqua-HQE).

Ainda segundo a reportagem, o aumento de profissionais com experiência em projetar e construir edifícios sustentáveis e o avanço da produção nacional de materiais para viabilizar essas obras diminuiu o custo extra da concepção dos prédios. Como consequência direta, alavancou este segmento da construção civil no Brasil. Atualmente a maioria dos projetos de edifícios corporativos em São Paulo e no Rio de Janeiro, são concebidos seguindo princípios sustentáveis, uma vez que os prédios detentores de selos específicos de sustentabilidade oferecem maior retorno financeiro aos investidores e aos operadores.

De acordo com especialistas, a difusão de informação sobre a prática foi essencial para que se houvesse a redução do custo dos projetos. Com a recorrente apresentação de cases de sucesso ao mercado, muitos profissionais da área se interessaram pelo tema e foram buscar capacitação. Para eles, um dos desafios do mercado para a manutenção do crescimento é incentivar a demanda dos selos também no segmento doméstico.

Prédios detentores de selos específicos de sustentabilidade oferecem maior retorno financeiro aos investidores e aos operadores. Crédito: © George Hammerstein /Corbis

Prédios detentores de selos específicos de sustentabilidade oferecem maior retorno financeiro aos investidores e aos operadores. Crédito: © George Hammerstein /Corbis

Em Mercado Imobiliário
, , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
10 out

A cidade de Copenhague, na Dinamarca, foi eleita a Capital Verde Europeia de 2014. O título é concedido anualmente pela Comissão Europeia às cidades que adotam iniciativas sustentáveis visando tornar a região mais saudável.

Duas medidas adotadas pelo governo local foram decisórias para a cidade conquistar esse prêmio. A primeira foi a proposta de eliminar as emissões de carbono até 2025. Por meio de planos estratégicos de sustentabilidade e mudança climática ficou definido que as coberturas dos novos edifícios que tiverem determinado ângulo de inclinação deverão ser, obrigatoriamente, “tetos verdes”.

Já a segunda é referente ao incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte. Estipulou-se que , até 2015, 50% da população – cerca de 541 mil habitantes – deve utilizar a bicicleta para trajetos urbanos cotidianos. Para conseguir alcançar esta meta está sendo projetado um Circuito Verde, onde se interligarão linhas de metrô e uma malha de ciclovias.

Instituído em 2008, o prêmio foi concedido a primeira vez para a cidade de Estocolmo, seguida por Hamburgo (2011), Vitoria-Gasteiz (2012) e Nantes (2013).

Crédito: Inhabitat

Crédito: Inhabitat

Em Mercado Imobiliário
,
Postado por <brasilbrokersoficial>
29 ago

Decoração sustentável nunca sai de moda. Cada vez mais essa tendência ecológica tem aparecido nos projetos de decoração e paisagismo. Já pensou em decorar seu apartamento ou casa com troncos de árvores? Rústicos e multifuncionais eles combinam com qualquer tipo de decoração, da mais clean a mais sofisticada.

tronco 1

 

Sua forma bruta confere ao ambiente elegância e versatilidade. Às vezes eles podem até parecer feios, mas se usarmos a criatividade aliada ao bom gosto, esse item pode transformar qualquer espaço, basta usar a imaginação. Deixar a rusticidade da madeira em evidência dá um toque especial ao ambiente. Uma boa lixada e uma camada de verniz fosco na madeira conferem ao objeto o acabamento ideal. Para aqueles que querem dar um ar sofisticado ao móvel, a cera é uma ótima opção.

Criado-mudo de tronco de árvore

Criado-mudo de tronco de árvore

Com destaque natural, os troncos de árvores podem ser utilizados como bancos, banquetas, mesas de centro, criados-mudos, aparadores, entre outros objetos, as possibilidades são infinitas. Como o objetivo dessa decoração é ser sustentável, não se esqueça de verificar a origem do material, o ideal é que seja de madeira reflorestada ou certificada. Use sua criatividade e inspire-se com as ideias abaixo!

Mesas de centro com rodinhas

Mesas de centro com rodinhas

Usados no pé da cama como mesinhas de apoio

Usados no pé da cama como mesinhas de apoio

Mesa de centro conferindo ao ambiente moderno um toque de rusticidade

Mesa de centro conferindo ao ambiente moderno um toque de rusticidade

Pedaço comprido de tronco utilizado como mesa de apoio na sala de estar

Pedaço comprido de tronco utilizado como mesa de apoio na sala de estar

Mesa de centro com tronco de madeira retangular

Mesa de centro com tronco de madeira retangular

 

Em Decoração
, , , , , ,
Postado por <brasilbrokersoficial>
27 jun

Por muito tempo os móveis de plástico eram cogitados na decoração apenas para as áreas externas, mas após o produto ter se tornado o queridinho de alguns estilistas no mercado da moda, o plástico ganhou espaço também na decoração interna. Materiais como acrílico e vinil podem ser vistos em cadeiras, mesas e luminárias. Para dar aquele toque moderno no ambiente, dê preferência aos móveis coloridos.

Os móveis de plástico permitem uma variedade de cores ousadas e diversas combinações para compor e trazer mais vida para ambientes sóbrios. Há até mesmo modelos assinados por designers renomados, como as cadeiras Louis Ghost, inspirada em formas clássicas, mas com um toque de modernidade e transparência, assinadas pelo famoso Philippe Starck.

Cadeira Louis Ghost, assinada por Philippe Starck. Crédito: Casa Vogue

Cadeira Louis Ghost, assinada por Philippe Starck. Crédito: Casa Vogue

Outras vantagens também podem ser atreladas ao mobiliário de plástico. Além de serem sustentáveis, algumas sobras ou peças quebradas são reutilizadas pelos fabricantes. Uma boa característica desses móveis é que são muito fáceis de limpar e por não acumular pelos, são ótimos para ambientes onde circulam animais de estimação. O plástico vai bem tanto a peças de design retrô quanto contemporâneo. Veja abaixo algumas dicas e inspire-se!

Bancos de plástico dourado na decoração trazem glamour a qualquer ambiente. Crédito: Coisas Para Casa

Bancos de plástico dourado na decoração trazem glamour a qualquer ambiente. Crédito: Coisas Para Casa

Caixas de engradado, de todas as cores. Olha o resultado! Crédito: Revista TPM

Caixas de engradado, de todas as cores. Olha o resultado! Crédito: Revista TPM

Móveis assinados pelo israelense Naty Mosko. Crédito: Casa & Jardim

Móveis assinados pelo israelense Naty Mosko. Crédito: Casa & Jardim

Cadeiras coloridas Philippe Starck. Crédito: Manteiga Derretida

Cadeiras coloridas Philippe Starck. Crédito: Manteiga Derretida

Em Decoração
, , , , ,